Traçar Rota: 111.181.20.6

Traçar Rota de Servidor (172.16.5.201) para IP 111.181.20.6. Traceroute é uma ferramenta de diagnóstico de rede de computadores para exibir a rota (caminho) e medir atrasos de trânsito de pacotes através de uma rede IP (Internet Protocol).

📱 Entrada


Loading...

O que é traceroute?

Tracingroute é um comando de diagnóstico de rede comumente usado para computadores. No sistema Linux, você pode usar o traceroute; e no Windows, você pode usar tracert. Com este comando, podemos rastrear os pacotes do host e obter as estatísticas sobre a latência de rede desses pacotes, que é uma estimativa de até onde a comunicação terminou.

O que o traceroute/tracert faz?

A comunicação entre dois hosts geralmente precisa passar por muitos nós intermediários. Usando o comando traceroute/tracert, você pode rastrear e localizar a lista de todos os roteadores que passam entre o host de origem e o host de destino. Depois de tentar saltos diferentes, você pode finalmente determinar que o problema de rede está ocorrendo no gateway ou no host.

Qual é a diferença entre traceroute/tracert e ping?

Ambos ping e traceroute/tracert são comandos comuns para solucionar problemas de rede, e você pode usar qualquer um deles. Mas há diferenças sutis. O ping é usado principalmente para testar a acessibilidade dos dispositivos de rede. Considerando que o traceroute é usado para "rastrear" a rota que um pacote percorre quando chega ao seu destino.

Como usar o comando traceroute/tracert?

  • Pressione a tecla Windows + R para abrir a janela Executar.
  • Digite cmd e clique em OK para abrir um prompt de comando.
  • Digite tracert, um espaço, o endereço IP ou nome do host e, finalmente, pressione Enter.

Qual é o significado da saída de informações ao executar o comando traceroute/tracert?

Vamos pegar zh-hans.ipshu.com como um exemplo para rastrear o roteador em um sistema Windows, você pode obter as seguintes informações.

Fileira:

A primeira linha: descreve a finalidade do comando e lista o host/endereço IP de destino (220.170.186.73) e o máximo de saltos que o rastreamento percorrerá (30).

Linhas subseqüentes: exibem as informações de 10 saltos (cada salto corresponde a um roteador), que é o caminho do ponto inicial até o destino. Este rastreamento passou por estas rotas:
Endereço de gateway da LAN
Wuhan Telecom, Província de Hubei, China
Zhuzhou Telecom, Província de Hunan, China

A última linha: mostra o destino do traceroute. É o nó CDN da Baidu Cloud Acceleration em Zhuzhou, província de Hunan, China.

Coluna:

A primeira coluna: o número de sequência indica a ordem de salto do caminho.

As 2 a 4 colunas: tempo de ida e volta. Refere-se ao tempo que leva para um pacote chegar ao salto e retornar ao remetente. É medido em milissegundos. Um * indica que o pacote não retornou no tempo esperado.

A última coluna: endereços IP. Eles são o endereço de Protocolo de Internet (IP) do host ao qual o roteador ou nome de domínio está vinculado.

Trace Route

Wikipedia : Traceroute(pt)

traceroute é uma ferramenta de diagnóstico que rastreia a rota de um pacote através de uma rede de computadores que utiliza os protocolos IP e o ICMP, implementada pela primeira vez por Van Jacobson em 1988. Atualmente está disponível em diversos sistemas operacionais como Linux, FreeBSD, NetBSD, MacOS X e Windows. Seu funcionamento está baseado no uso do campo Time to Live (TTL) do pacote IPv4 destinado a limitar o tempo de vida dele. Este valor é decrementado a cada vez que o pacote é encaminhado por um roteador. Ao atingir o valor zero o pacote é descartado e o originador é alertado por uma mensagem ICMP TIME_EXCEEDED. Através da manipulação do campo TTL de uma série de datagramas UDP é possível receber esta mensagem de cada um dos roteadores no caminho do pacote. Para o caso do IPv6 é utilizado o campo hop limit, o limite de saltos dos datagramas desta versão do protocolo. A implementação disponível no Microsoft Windows utiliza apenas pacotes ICMP. As páginas de manual atribuem a autoria da ferramenta a Van Jacobson que fez a implementação segundo a sugestão de Steve Deering. Também destacam as colaborações de C. Philip Wood, Tim Seaver e Ken Adelman. Segundo Mike Muuss, autor da ferramenta ping, o traceroute foi implementado utilizando o suporte que ele mesmo codificou no kernel ao escrever o ping. Referências🔗 Traceroute ( pt )
🌐: تتبع المسار, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, تریس روت, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute, Traceroute,

📚 Comentar

Idiomas